Blog sobre futebol, voltado para as mulheres

Posts marcados ‘Rogério Ceni’

É o melhor goleiro do Brasil, MARCOS!

Semana passada tivemos no nosso blog o post sobre o maior ídolo São Paulino da história, e nesta quinta-feira, vou falar sobre um ídolo Alviverde, um ídolo Nacional e particularmente o meu ídolo, o Penta Campeão Mundial pela Seleção Brasileira em 2002, o goleiro São Marcos.

Marcos Roberto Silveira Reis, nascido em 04/08/1973 na cidade de Oriente, interior de São Paulo, começou sua carreira em 1990 no time do “Lençoense”, da cidade de Lençois Paulista com apenas 17 anos, em 1992 foi contratado pela Sociedade Esportiva Palmeiras e realizou seu primeiro jogo, um amistoso vencido pela sua equipe por 4×0 perante o Guatingueta.

Desde quando chegou ao clube, Marcos era apenas a terceira opção para o gol do time até que em 1996 virou o reserva imediato do até então titular, Veloso. Durante a campanha da Taça Libertadores de 1999, Veloso sofreu uma contusão e teve que deixar a competição, para o seu lugar, Marcos foi o escolhido, deu conta do recado e nunca mais largou a

São Marcos recebe homenagem pelos 500 jogos no Palmeiras.

titularidade da equipe. Nas quartas de finais do torneio, fechou o gol contra o arqui-rival Corinthians, além de agarrar muito nas outras partidas. Tanto que ao fim da competição, o goleiro recebeu o apelido de São Marcos e foi eleito o melhor jogador do torneio e com isso ajudou o Palmeiras a sagrar-se campeão da América em 1999. Porém naquele mesmo ano, na final do Mundial Interclubes em Tóquio, frente a equipe inglesa do Manchester United, Marcos saiu errado após cruzamento da esquerda no que resultou em gol e título da equipe adversária.

No ano seguinte, em 2000, Palmeiras e Corinthians fizeram dois jogos épicos na semi-final pela mesma Taça Libertadores da América. O primeiro jogo foi vencido pelo Alvinegro por 4×3. Na segunda partida, o Alviverde levou a melhor ao ter vencido por 3×2, a partida foi para os penaltis. O Palmeiras converteu todas as suas cinco cobranças iniciais, o Corinthians converteu quatro cobranças e foi para a ultima penalidade com o ídolo Marcelinho Carioca que… (veja no vídeo abaixo)

Em 2002, Marcos era o goleiro titular da campanha 100% do Brasil na Copa, então chamada de “Familia Scolari”, onde o técnico Luiz Felipe Scolari conseguiu unir tanto o grupo que a seleção ficou com esse apelido.

Na Copa, Marcos foi o único atleta que disputou todos os jogos (sete ao todo) e sofreu apenas quatro gols no torneio. Além disso, uma de suas defesas na final contra Alemanha, foi considerada a mais bonita da competição pela FIFA, após falta cobrada por Neuville. Nesse mesmo ano, Marcos foi eleito o quarto melhor goleiro do mundo e o terceiro melhor da Copa, ficando atrás apenas Oliver Kahn (alemão) e Iker Casillas (espanhol).

Porém, no ano de 2002 não foram só alegrias para São Marcos e a torcida palmeirense, pois o time foi rebaixado para a série B do Campeonato Brasileiro. Marcos então recebeu uma proposta milionária do Arsenal para substituir David Seaman, mas o goleiro recusou por amor ao time do Palestra Itália e disse que ajudaria o clube a dar a volta por cima e subir para a elite do futebol brasileiro, o que ocorreu em 2003.

Marcos sofreu grandes dificuldades em sua carreira por ter uma série de lesões consecutivas, em uma delas no ano de 2007, o goleiro ficou afastado dos gramados por 11 meses e até pensou em pendurar as chuteiras. O que felizmente não aconteceu.

Marcos comemorando o título da Libertadores de 1999.

No dia 1 de dezembro de 2008, o goleiro foi eleito o terceiro jogador mais popular do mundo pela IFFHS – Federação Internacional de Estátisticas e História do Futebol – ficando a frente de jogadores como Kaká, Cristiano Ronaldo, Messi e a frente do companheiro de posição e rival Rogério Ceni. E ainda, foi eleito o terceiro melhor goleiro do Campeonato Brasileiro de 2008.

Pelo Palmeiras, Marcos atuou em 505 partidas, sendo o segundo goleiro que mais vestiu a camisa Alviverde e o sétimo jogador que mais vestiu em toda a história do clube.

Dentre os títulos conquistados pelo goleiro com o Palmeiras, podemos destarcar a:

  • Copa Libertadores da América: 1999
  • Campeonato Brasileiro:1993 e 1994
  • Campeonato Paulista: 1993, 1994, 1996 e 2008
  • Copa Mercosul: 1998
  • Copa do Brasil: 1998
  • Copa dos Campeões: 2000
  • Campeonato Brasileiro Série B: 2003

Pela seleção, Marcos atuou em 29 partidas e seus principais títulos são:

  • Copa América: 1999
  • Copa do Mundo: 2002
  • Copa das Confederações: 2005

Em premiações individuais, podemos enfatizar a de 1999, quando foi eleito o Melhor goleiro, melhor jogador, jogador revelação e primeiro goleiro da história a ser considerado o melhor do torneio em uma edição da Taça Libertadores da América.

Foi eleito um dos três maiores ídolos da história da Sociedade Esportiva Palmeiras e vencedor do confronto “Quem é o melhor?”, realizado pela TV Globo no programa “Esporte Espetacular”, ganhando de seu rival Rogério Ceni, com 66% dos votos em 2009.

Dizem que o maior ídolo do Palmeiras é Ademir da Guia, o que não posso discordar. Mas na minha opinião e creio que na de muitos palmeirenses, Marcos é sim, o maior ídolo de um clube que já vi jogar.

E é aquela frase: “Todos os times tem goleiro, só o Palmeiras, tem Marcos.”

@dalessia_

Um artilheiro diferente: Rogério Ceni o Goleiro Matador.

Na semana passada vimos o post sobre o maior artilheiro de todas as edições do Campeonato Brasileiro. Bom, vou continuar falando dos maiores, porém dessa vez não será um atacante ou um meio campista e sim, um goleiro! Isso mesmo. Vamos saber um pouco mais da trajetória do goleiro artilheiro, Rogério Ceni.

Quando falamos de goleiro a primeira coisa que vem na mente é evitar gols, a final essa é sua missão dentro de campo. Porém, alguns provaram que também podem fazer a alegria de seus torcedores marcando gols. É assim com Rogério Ceni.

Ele iniciou sua carreira jogando Vôlei, mais isso não vem ao caso. Entrou para o mundo do futebol em 1990 pelo Sinop (MT) e no dia 07/09 do mesmo ano foi contratado pelo São Paulo Futebol Clube.

No tricolor Paulista jogou no Juniores e na reserva ganhou alguns títulos, só virou titular em 1997 com a saída de Zetti (o goleiro titular foi para o Santos).

Desde então tem uma historia de dar inveja a muitos jogadores, sua trajetória pelo São Paulo é marcada por grandes conquistas, e não é a toa que o goleiro é o maior ídolo do Tricolor.

O goleiro quebrou diversos recordes, como por exemplo, o jogador que mais jogou partidas pelo campeonato Brasileiro, porem hoje vamos falar apenas sobre gols “prós”.

O jogador de 37 anos lidera o ranking da Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS), com 89 gols (oficiais) e 2 (em amistosos), quais a Fifa não reconhece.

Embora, atualmente seja o mais famoso dos goleiros-artilheiros, Rogério não é o único. O segundo colocado é paraguaio José Luis Félix Chilavert, que se aposentou com 62 gols na carreira, René Higuita (Colômbia) e Jorge Campos (México), vêm logo a seguir, com 41 e 40 gols, ambos não jogam mais.

Algumas Curiosidades

 

Rogério balançou as redes tanto de seu ex-companheiro no São Paulo, Zetti, quando este jogava no Santos, marcou também em seu ex-reserva, Roger, quando o mesmo estava na Portuguesa em 2000; O reserva Bosco também não escapou, quando este estava também na Portuguesa, em 2002.

O Palmeiras é o time que Rogério mais fez gols (7) (em 2002, pelo Torneio Rio São Paulo marcou um gol de falta sem chances para São Marcos), seguido pelo Cruzeiro e Vasco (5).

O ano de 2005 foi o que mais balançou as redes, com 21 gols, mesmo ano em que o time foi Tricampeão da Libertadores e Tricampeão Mundial, sendo o último gol na semifinal do Mundial de Clubes, contra o Al-Ittihad.

Em 5 jogos o Goleiro chegou a marcar 2 vezes pelo time, sendo um dos jogos pela Libertadores da América, contra o Tigres, onde o São Paulo venceu a partida por 4X0. O Goleiro é o artilheiro do time na competição com 11 gols.

Em todas as partidas em que ele marcou no mínimo um gol, o time do Morumbi só foi derrotado 2 vezes, Rogério e o São Paulo contam com 65 vitórias, 18 empates e 2 derrotas.

É recordista de minutos sem tomar gols no Campeonato Brasileiro (988).

Já está no São Paulo há 20 anos, para se ter uma idéia do tempo, o atacante Neymar que já até fez gol em Rogério nem era nascido.

Quando entrou para o time o São Paulo, que hoje é Hexacampeão Brasileiro o time na época era apenas Bicampeão e ainda não tinha conquistado a América e o Mundo.

Hoje completa 700 jogos como capitão do São Paulo.

Quando se trata de Rogério Ceni até os torcedores de outros clubes admitem o goleiro é um mito debaixo das traves. Uma máquina de conquistar títulos e quebrar recordes. O que todos agora querem saber é: Rogério vai chegar ao 100 gols?

E vocês o que acham?

Deixe seu comentário! Dúvida,s críticas ou sugestões enviem  para o email: futesalto@gmail.com ou mande um twit para @futesalto

@karoldayane

Nuvem de tags