Blog sobre futebol, voltado para as mulheres

Posts marcados ‘jogador’

O maestro da Folha Seca: Didi

Waldir Pereira, mais conhecido por Didi, é considerado um dos melhores e mais elegantes jogadores de futebol de todos os tempos. Como jogador, passou por clubes como Fluminense, Botafogo, São Paulo e Real Madrid. No Fluminense ganhou o apelido de “O Principe Etíope” dado pelo grande dramaturgo Nelson Rodrigues, que era torcedor fanático do clube das Laranjeiras.

No Botafogo de Futebol e Regatas participou daquele antológico time que contava com craques e lendas do futebol como: Garrincha, Nílton Santos, Zagallo, Quarentinha, Gérson, Manga e Amarildo. Ainda pela Estrela Solitária chegou a conquistar o tricampeonato carioca em 1957, 1961 e 1962.

No Real Madrid, formou um trio de ataque dos sonhos completado por Di Stéfano e Puskas. No entanto, no clube merengue, não pode mostrar todo seu futebol, segundo comentários de bastidores era vítima de perseguição pelos próprios companheiros em um movimento que era liderado por Di Stéfano.

Pelo São Paulo também não brilhou muito, o elenco era extrememanete limitado, pois o tricolor estava mais empenhado na contrução de seu estádio, do que na formação de um time forte que tivesse condições de disputar títulos. Mas, foi pela Seleção Brasileira que ele se consagrou, campeão dos Mundiais de 1958 e 1962, sendo eleito o melhor jogador deste primeiro, Didi não era somente um maestro em campo, também é o criador da “Folha Seca”, terror dos goleiros adversários, essa técnica consisitia em um poderoso chute de trivela que era tanto imprevisivel quanto fatal, considerada sua marca registrada, esse lance o acompanhou pelo resto de sua carreira de jogador profissional, ela ficou conhecida após uma partida contra a Seleção do Peru em jogo válido pela Eliminatórias da Copa do Mundo de 1958, após isso difundiu-se pelo mundo, mas nunca houve quem conseguisse executá-la com tanta destreza e classe como seu criador. O jogador ainda carrega em seu currículo a proeza de ter sido o autor do primeiro gol no Maracanã em 1950, na oportunidade ela defendia a Seleção Carioca.

Após pendurar as chuteiras, Didi investiu na carreira de técnico, tendo inclusive participado de mais uma Copa do Mundo, em 1970 foi técnico da Seleção do Peru no torneio mundial que estava sendo disputado no México, curiosamente a primeira partida na Copa foi justamente contra a Seleção Brasileira, que deu um chocolate de 4 á 2 em cima dos peruanos. Como terinador ele ainda trabalhou em clubes como: Sporting Cristal (Peru), Fenerbaçe (Turquia), Fluminense, Botafogo e Cruzeiro.Presença constante e obrigatória em todas as listas de melhores jogadores do século XX, o mestre da folha seca morreu aos 71 anos no Hospital Público Pedro Ernesto, no Rio de Janeiro, em 12 de Maio de 2001. Didi, foi mais um de sua geração brilhante que morreu praticamente na miséria, mas, como diria Nénem Prancha, ex-roupeiro do Botafogo e um profundo conhecedor do futebol “Quem o vê andando pela rua, mesmo sem saber quem é, diz logo: esse crioulo é algum troço na vida”.



@dai_reginato

Os Tricampeões da Copa de 70 e Ronaldo serão homenageados no Prêmio Craque Brasileirão 2010

Esta premiação tem objetivo de premiar jogadores que se destacam nas competições nacionais e homenagear os grandes jogadores que fazem e fizeram alegria do povo brasileiro nos gramados.

Nesta edição a bola da vez será os craques tricampeões do mundo na Copa de 70 em comemoração aos 40 anos do título.

Infelizmente um dos jogadores principais do time vencedor no México o Pelé não estará presente na homenagem, sua agenda esta cheia para a data da premiação, que ocorrerá no dia 6 de dezembro no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Já o nosso querido Ronaldo não será esquecido do Prêmio Craque do Brasileirão, apesar de toda a dificuldade para retornar ao campo o craque será o grande homenageado da noite. Para saber mais sobre a história do craque, leia o post https://futesalto.wordpress.com/2010/11/02/ronaldo-maior-artilheiro-das-copas/ 

Teve algumas mudanças este ano em relação a escolha dos vencedores, desta vez acontecerá duas apurações. No dia 17  jornalistas, técnicos e jogadores, devem apontar três indicados em cada categoria de melhor jogador, técnico, árbitro, craque do campeonato e revelação. A partir de então nos dias 26 de novembro e 3 de dezembro, a cargo de um colégio eleitoral restrito será eleito os vencedores.

Quem será os indicados e vencedores ? Neste ano tivemos bons profissionais em campo acho que vai ser dificil escolher.

Comentem @futesalto

Neymar o Menino da Vila

Nos últimos tempos não sei se o Neymar teve sorte ou não, primeiro não foi convocado pelo ex-técnico Dunga para vestir a camisa da seleção brasileira na Copa deste ano, todos pediram mais o Dunga não quis nos escutar, enfim, neste meio tempo o garoto acabou ganhando destaque da mídia, fez algumas campanhas publicitárias, ganhou dinheiro, teve algumas atitudes polêmicas fora e dentro de campo, participou de premiações teens e até que… foi convocado pelo atual técnico da seleção Mano Menezes.

Com apenas 18 anos o Menino da Vila está dando o que falar, chegaram a comentar que esta virando um monstro, de tão mau educado que está.O sucesso subiu a cabeça?

 Sobrou até para o técnico do Santos, quer dizer ex-técnico, até isso aconteceu, Dorival Junior foi demitido, só porque não deixou Neymar bater um pênalti e teve um um desentendimento com o jogador, neste momento o que fica evidente é que o dinheiro pesa mais alto na balança, já que Neymar trás bons frutos $$$ ao Santos.

Apesar de toda turbulência ele tem um coração de ouro, foi escolhido pelos internautas para homenagear o Rei Pelé, vestindo a camisa 70.

Nesta última sexta-feira defendeu um colega de trabalho, o aniversariante Zé Eduardo. Como era de se esperar os companheiros aprontaram, prenderam o Zé na trave, jogaram farinha e ovo, depois veio os chutes de bola contra o jogador, tudo na brincadeira, mais de repente, armou a maior confusão. Neymar achou que Marcel estava exagerando nos chutes contra o Zé e foi tirar satisfações. Neymar e Marcel trocaram empurrões, se xingaram, os colegas que estavam ao redor trataram logo de separar a briga. O Menino da Vila teve uma grande atitude, defendeu um colega de trabalho indefeso naquele momento. Só por curiosidade o Marcel é reserva do Zé Eduardo. 

 Querendo ou não Neymar dá o que falar em qualquer situação, a imprensa caiu nas graças do jogador e tenho certeza que todos os torcedores também, independentemente do time que torçam e bom vê-lo em campo.

No final das contas é um menino de muita sorte!



Coração de Leão é o maior artilheiro das edições do Brasileirão.

Como sabemos o Campeonato Brasileiro é a competição que define a maior parte dos times nas competições Sul-Americanas.

Mas vamos falar do que a torcida mais gosta de ouvir, o famoso Gol.

A principal competição nacional tem como maior artilheiro Washington “coração valente”. Vamos saber um pouco mais da história do goleador até a conquista de maior artilheiro do Brasileirão.

Natural de Brasília, Washington Stecanela Cerqueira começou sua carreira no Brasília, atuando nas categorias de base. Teve uma passagem pelo Caxias onde despertou o interesse do Internacional. A passagem por lá não foi bem sucedida assim como sua passagem pelo Grêmio, o jogador teve algumas contusões e seu desempenho não foi um dos melhores, voltou então paras o Caxias. O artilheiro voltou a ganhar destaque em 99 quando atuou no Paraná Clube. O seu maior destaque foi na Ponte Preta, onde virou ídolo da torcida, em 106 jogos marcou 93 gols. Pelo time em 2001, foi artilheiro do Campeonato Paulista (16 gols em 16 jogos) e também da Copa do Brasil (11 gols em 8 jogos).

Em 2002 foi para o Fenerbahçe, da Turquia e chegou a ser vice-artilheiro do campeonato Turco, foi lá onde Washington sentiu as primeiras dores do que no final seria lesão na artéria esquerda do coração. O jogador foi operado e voltou para o Brasil para atuar no Atlético Paranaense, porem de inicio foi reprovado pela junta medica do clube. O time disponibilizou a estrutura do CT e os seus médicos para recuperação do centroavante. Quando completou 1 ano de operação começou a treinar com o time B do clube e 1 mês depois veio a noticia esperada ao longo da sua recuperação: exames apontaram que o jogador estava apto para atividades físicas.

No dia 08/02/2004 os torcedores do Atlético presenciaram a reviravolta do centroavante ele marcou o 1 gol contra o Paraná, e em um ato de solidariedade foi abraçado por todos os companheiros e seu nome foi aclamado pela torcida, nessa partida ele também fez um gesto que seria repetido por diversas vezes, bater com a mão direita no coração.

No campeonato Paranaense ele marcou 10 gols e foi o vice-artilheiro da competição, mais a gloria estava reservada para a maior competição nacional o Brasileirão. O artilheiro marcou 34 gols e consagrou-se como o maior artilheiro da competição, marca que até hoje não foi superada. O recorde lhe rendeu a Chuteira de Ouro pela Revista Placar, consagrou-se como o terceiro maior artilheiro do mundo pela Federação Internacional de Futebol e Estatísticas do Futebol e o quarto maior goleador da história da Arena.

Atualmente Washington joga pelo Fluminense, no momento tem 10 gols assim como Neymar (Santos), Kleber (Palmeiras) e Elias (Atlético-Go).

Um jogador que não possui o assédio da imprensa, como muitos que fizeram e ainda fazem parte da história da competição, Washington é mais que um jogador é exemplo de superação e perseverança, sua historia nos faz acreditar que quando temos um sonho devemos ir atrás do mesmo, sem desistir superando os obstáculos e pedras que podemos encontrar pelo caminho.

Qualquer dúvida, crítica ou sugestão para o email: futesalto@gmail.com ou mande um twit para @futesalto

@karoldayane

Filmes Nacionais sobre Futebol

Esta chegando o feriadão, as pessoas começam a programar os dias de folga e por este motivo segue minha sugestão para o feriado.

O cinema brasileiro esta batendo um bolão e pra quem não sabe temos alguns filmes nacionais muito bons relacionado ao futebol.

Boleiros – Era Uma Vez o Futebol

Um grupo de jogadores de futebol que se reúnem em um bar de São Paulo pra falar sobre os acontecimentos futebolísticos.  A diferença do filme é que as pessoas que estão no bar são especialistas no tema, quer dizer já trabalharam como arbitros, jogadores, etc. O formato do filme é em episódios ou casos, as pessoas narram os acontecimentos conforme vai passando a cena.

Linha de Passe

Linha de Passe conta a história de quatro irmãos que moram na periferia de São Paulo. Sofrem com  a ausência do pai e precisam lutar pelos seus ideais. Um dos irmãos sonham em ser jogador de futebol de um grande clube paulista e luta por este objetivo. Um detalhe todos os irmãos são fanáticos pelo Sport Club Corinthians Paulista.

Garrincha, a Estrela Solitária

O filme é sobre a vida do jogador Manuel dos Santos, o Garrincha – o “demônio das pernas tortas. Mostra as peripécias dentro e fora de campo, à escola de Sampa Mangueira que vez um enredo em sua homenagem, vida amorosa e tumultuada com Elza Soares. É um filme que deve ser visto pelos aspirantes a jogador.

O Casamento de Romeu e Julieta

Relata a relação de um casal com times distintos. A família de Julieta é palmeirense e a do Romeu corinthiana. A história começa com a mentira de Romeu, que fingi ser torcedor do “verdão” para conquistar o coração da amada Julieta. O desenrolar desta história é muito engraçada, recomendo assistir. Confronto entre famílias rivais sempre é interessante.

O Ano que meus pais sairam de féria

Situado na década de 70 o filme conta a história de Mauro um garoto de doze anos que adora futebol. Os pais de Mauro são perseguidos pela Ditadura Militar e por esta razão passa a viver com seu avô paterno. Com o falecimento de seu avô e com o sumiço de seus pais Mauro vive momentos de tristeza e alegria. A única alegria dele é acompanhar o desempenho da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970.

Agora é só escolher um filme, passar na locadora e preparar a pipoca.

Não esqueça de comentar depois o que acham do filme que assitiram.

@futesalto

Vamos falar de Ronaldo!

Todos sabem que o Ronaldo não esta nada em forma e que não serve como inspiração para perde peso.

Tudo bem vamos relevar este fato se compararmos a história do craque até o presente momento.

Nascido em uma família humilde no Rio de Janeiro, Ronaldo aos seus 14 anos começou a se destacar no mundo futebolístico.

Iniciou sua carreira profissional no Cruzeiro e posteriormente veio a se juntar a Seleção Brasileira.

Daí pra frente sua carreira deslanchou, foi jogar no exterior, fez parte dos times Real Madrid, Barcelona, Inter de Milão e Milan. Sua carreira profissional é invejável, ganhou diversos prêmios, entre eles melhor jogador do mundo pela Fifa, é o maior artilheiro da Copa do Mundo com quinze gols. Fez várias cirurgias no joelho, se recuperou deu a volta por cima, este é fenômeno.

Atualmente joga no Corinthians. Ganhou e ganha baris de dinheiro, como jogador e empresário. Tem várias marcas vinculada a sua imagem, enfim é o cara.

Mais a pergunta que não quer calar quanto o Ronaldo pesa? Sabemos que um jogador de futebol tem seu corpo formado por músculo e uma pequena porcentagem de gordura.

Mas não é isso que vemos, meu querido Ronaldo. O que acontece com a forma física do fenômeno será que é difícil de fechar a boca? Parece que sim.

A forma física esta atrapalhando o jogador a voltar a jogar. E o torcedor corinthiano como fica? Somente no final do brasileirão ele vai dar as caras em campo? Ou vamos ter que esperar o anúncio de sua aposentadoria?

@futesalto

Nuvem de tags