Blog sobre futebol, voltado para as mulheres

Posts marcados ‘brasileirão’

Análise dos clubes da série A em 2010. [parte 2]

No ano passado o time brigou até a ultima rodada para não cair, esse ano a história foi outra, brigou até a última rodada para ser campeão e conseguiu tal feito. Contratou jogadores como o “Sheik” Emerson (ex-Flamengo), Deco, Beletti além de ter mantido grandes nomes como Conca (eleito melhor jogador do Campeonato) e Fred, além de gratas surpresas como Mariano, Leandro Euzébio e Gum. Título merecido para coroar um bom ano do tricolor carioca.

Normalmente o time sempre briga para não cair no Brasileiro e esse ano não foi diferente, porém, sem chance. O time Goiano foi rebaixado para a segunda divisão. Mesmo com tudo isso, moral baixa, o Goiás surpreendentemente conseguiu chegar a final da Taça Sul-Americana (eliminando o Palmeiras em São Paulo) e briga por esse titulo e uma vaga para a Taça Libertadores do ano que vem. O time terminou o campeonato na 19ª posição.

Foi campeão Gaucho no início do ano em cima do seu maior rival (Inter), tudo indicava que seria um bom ano para o tricolor Gaucho, até ser eliminado na Copa do Brasil pelo Santos. O começo no brasileiro foi horrível, com a demissão do até então técnico Silas, Renato Gaucho chegou para o seu lugar. Em um dos seus primeiros jogos foi eliminado em casa pelo Goiás na Taça Sul-Americana, o que não abalou as pretensões do time no brasileiro. Em uma arrancada primorosa, o Grêmio conseguiu fazer um bom campeonato e terminar na 4ª colocação do Nacional.

Teve um bom início de ano, chegando até a semi-final do Campeonato Paulista e foi só. O time que foi comprado por empresários (que antes era o Grêmio Barueri) e não conseguiu fazer grandes coisas esse ano. Jogará a série B ano que vem, já visando a série C em 2012. Terminou na última colocação.

Retornou a elite do futebol brasileiro esse ano e caiu esse ano mesmo para a série B. O time dava indicações que conseguiria se manter na primeira divisão, começou o campeonato e estava bem até o fim do primeiro turno, depois disso, queda-livre para o Bugre. Ficou em 18º lugar na competição.

Junto com o São Paulo, é o time que mais conquistou títulos importantes nos últimos 5 anos. Esse ano não foi diferente, com um grande elenco, repatriou o atacante Rafael Sobis, o volante Tinga e o goleiro Renan. O Colorado sagrou-se campeão da América e com 8 rodadas para o fim do Brasileirão, ainda disputava o título, só que, o time foi perdendo forças e focando-se na final do mundial que ocorrerá na próxima semana em Abu Dhabi. Ficou em 7º lugar no campeonato.

Com o fim deste ano, chegamos ao fim desta década e ninguém mais do que os palmeirenses ‘ficam felizes’ com isso. Em 10 anos o Palmeiras conseguiu apenas conquistar um campeonato Paulista, o que é muito pouco pela grandeza do clube. Ano passado ficou 22 rodadas em primeiro lugar no Brasileiro e nem pra Libertadores esse ano foi. No campeonato Paulista não chegou a semi-final, foi eliminado vergonhasamente pelo Atlético-GO na Copa do Brasil e pelo Góias na Taça Sul-Americana. Repatriou ídolos como Valdivia, Kleber e Felipão, porém não passou do 10º lugar no Campeonato  Brasileiro. Espero anos melhores nessa próxima década.

Apresentou o futebol que empolgou o Brasil neste ano. “Os novos meninos da Vila” com Neymar, Ganso e André (esse último já vendido para o futebol Europeu), apresentaram um futebol rápido, ofensivo e objetivo. Foram campeões do Paulistão e da Copa do Brasil, além de terem brigado pelo título Brasileiro também. O Santos já repatriou Elano para 2011 e ao que tudo indica não para por ai, o peixe vem forte para esse novo ano. Terminou na 8ª colocação.

Já não vem apresentando o bom e regular futebol que mostrou há 4 anos atrás quando conseguiu ser tri campeão brasileiro. A base praticamente é a mesma, só que esse ano não empolgou. Foi eliminado pelo Santos no Paulistão e pelo Internacional na Libertadores da América. Com a chegada de Paulo César Carpegiani, o tricolor paulista chegou a brigar por uma vaga na competição continental do ano que vem, porém, não teve forças para tal. Ficou em 9º lugar no Brasileiro.

O time da colina vem tentando se reestruturar após ter voltado para a elite do futebol brasileiro esse ano. Só que teve momentos em que o Vasco brigou para não cair (de novo) nesse brasileirão. Não teve boas participações nas competições que disputou e terminou em 11º lugar no campeonato.

Foi para a última rodada dependendo de si para se manter na série A e após um empate sem gols contra o Atlético-GO no Barradão, o time foi rebaixado. Fez um bom início de ano, tendo inclusive chegado a final da Copa do Brasil, porém não conseguiu manter o bom futebol. Foi o último time a ser rebaixado, terminado o campeonato em 17º lugar. Fato curioso é, seu principal rival, o Bahia, voltou para a elite do futebol nacional para o ano que vem.

@dalessia_

Anúncios

Campeonato Brasileiro, a cada rodada mais emocionante

Havia quem dizia que o formato sem mata-a-mata do brasileirão fosse tirar a emoção do campeonato, e de inicio foi o que pareceu, quando o Cruzeiro foi campeão com 13 pontos de vantagem.

Mas esse formato forçava os dirigentes brasileiros a fazerem algo que poucos times brasileiros já pensavam ( e um grupo ainda menor faziam ), que era pensar a longo prazo.

A edição de 2004 foi muito diferente do ano anterior, com a equipe santista vencendo com 3 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, que nesta edição foi o Atlético-PR.

O campeonato do ano passado e o deste ano provaram que os times brasileiros conseguiram mudar a sua maneira de administrar, pensar e jogar o futebol. Times grandes, assim como, times de menor expressão procuram investir, dentro de suas possibilidades, o máximo em jogadores e infra-estrutura. E quem ganha com isso são os torcedores, que com isso além de poderem ver jogos muito mais emocionates, ganham com melhores acomodações (algo que efetivamente começará com a Copa do mundo de 2014).

Restando apenas 2 partidas para o final do campeonato ainda não há definição de quem será o campeão, torcedores pedindo aos seus times do coração que entreguem os confrontos contra os concorrentes direto ao título, somente para não favorecer seus adversários, em contrapartida os atletas ressaltam seu lado profissional.

Bem a única coisa que podemos esperar desta edição do campeonato brasileiro é emoção até o último jogo, seja pela briga na ponta ou no final da tabela.

Os Tricampeões da Copa de 70 e Ronaldo serão homenageados no Prêmio Craque Brasileirão 2010

Esta premiação tem objetivo de premiar jogadores que se destacam nas competições nacionais e homenagear os grandes jogadores que fazem e fizeram alegria do povo brasileiro nos gramados.

Nesta edição a bola da vez será os craques tricampeões do mundo na Copa de 70 em comemoração aos 40 anos do título.

Infelizmente um dos jogadores principais do time vencedor no México o Pelé não estará presente na homenagem, sua agenda esta cheia para a data da premiação, que ocorrerá no dia 6 de dezembro no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Já o nosso querido Ronaldo não será esquecido do Prêmio Craque do Brasileirão, apesar de toda a dificuldade para retornar ao campo o craque será o grande homenageado da noite. Para saber mais sobre a história do craque, leia o post https://futesalto.wordpress.com/2010/11/02/ronaldo-maior-artilheiro-das-copas/ 

Teve algumas mudanças este ano em relação a escolha dos vencedores, desta vez acontecerá duas apurações. No dia 17  jornalistas, técnicos e jogadores, devem apontar três indicados em cada categoria de melhor jogador, técnico, árbitro, craque do campeonato e revelação. A partir de então nos dias 26 de novembro e 3 de dezembro, a cargo de um colégio eleitoral restrito será eleito os vencedores.

Quem será os indicados e vencedores ? Neste ano tivemos bons profissionais em campo acho que vai ser dificil escolher.

Comentem @futesalto

OBRIGAÇÃO!

“Estamos pensando em título, e eles em Libertadores. Então a obrigação maior de vencer é nossa, ainda que o jogo seja no Morumbi” Roberto Carlos ( Lateral do Corinthians )

“Será um grande jogo e tudo isso faz do campeonato muito emocionante. Temos de pensar como estamos pensando. Temos a obrigação de ganhar de quem está na nossa frente para tirarmos os pontos”  Paulo César Carpegiani ( Treinador do São Paulo)

Começamos o post com a declaração de dois importantes personagens do clássico “Majestoso” que ocorrerá neste domingo (07/11), que de certa forma resume o sentimento dos torcedores são paulinos e corinthianos: A OBRIGAÇÃO DE VENCER O CLÁSSICO!

Como se não bastasse a rivalidade por si só, muitos ingredientes extras apimentam o molho desse tradicional confronto . O Corinthians é candidato direto ao título e qualquer tropeço nesta reta final pode ser fatal para alcançar seus sonhos. Já pelos lados tricolores, a reação alcançada com a chegada recente do novo treinador e as chances de classificação para a Libertadores, faz com que a vitória no domingo seja fundamental para a sequência de seus objetivos.

Nos últimos quatro Campeonatos Brasileiros em que corintianos e são-paulinos se encontraram no returno, prevaleceu a máxima de que clássico é imprevisível. O time que estava na caça pelo título acabou tropeçando em cima do rival, o que serve de alerta para o agora vice-líder Corinthians. Afinal, pela frente está o São Paulo de Paulo César Carpegiani, com cinco vitórias em seis jogos.

Em 2009, o São Paulo se lançava em busca do tetracampeonato quando encontrou o rival no meio da tabela: com falha de André Dias e gol de Ronaldo, o então time de Ricardo Gomes precisou suar para conseguir o empate por 1 a 1.

Até no ano de seu rebaixamento, em 2007, o Corinthians questionou a lógica dos clássicos. Brigando contra a queda, se trancou na defesa contra o São Paulo e arrancou inacreditáveis três pontos graças a um gol de Betão. Os são-paulinos levaram a taça com sobras, mas deixaram pontos pelo caminho.

Na temporada anterior, São Paulo também havia esbarrado no Corinthians ainda na terceira rodada do returno. Atuando com nove jogadores por quase 90 minutos, o time então dirigido por Emerson Leão se agarrou à defesa e empatou sem gols com os são-paulinos.

Por sua vez, em 2005, o São Paulo segurou o rival que se sagraria campeão. Venceu por 3 a 2, mas a partida foi anulada por conta do escândalo de arbitragem Edílson Pereira de Carvalho. No reencontro, o duelo acabou empatado em 1 a 1.

Em meio a rivalidade, tabus, briga por títulos e vagas; Fica a questão no ar: DE QUEM É A OBRIGAÇÃO DA VITÓRIA?

@dai_reginato

Neymar o Menino da Vila

Nos últimos tempos não sei se o Neymar teve sorte ou não, primeiro não foi convocado pelo ex-técnico Dunga para vestir a camisa da seleção brasileira na Copa deste ano, todos pediram mais o Dunga não quis nos escutar, enfim, neste meio tempo o garoto acabou ganhando destaque da mídia, fez algumas campanhas publicitárias, ganhou dinheiro, teve algumas atitudes polêmicas fora e dentro de campo, participou de premiações teens e até que… foi convocado pelo atual técnico da seleção Mano Menezes.

Com apenas 18 anos o Menino da Vila está dando o que falar, chegaram a comentar que esta virando um monstro, de tão mau educado que está.O sucesso subiu a cabeça?

 Sobrou até para o técnico do Santos, quer dizer ex-técnico, até isso aconteceu, Dorival Junior foi demitido, só porque não deixou Neymar bater um pênalti e teve um um desentendimento com o jogador, neste momento o que fica evidente é que o dinheiro pesa mais alto na balança, já que Neymar trás bons frutos $$$ ao Santos.

Apesar de toda turbulência ele tem um coração de ouro, foi escolhido pelos internautas para homenagear o Rei Pelé, vestindo a camisa 70.

Nesta última sexta-feira defendeu um colega de trabalho, o aniversariante Zé Eduardo. Como era de se esperar os companheiros aprontaram, prenderam o Zé na trave, jogaram farinha e ovo, depois veio os chutes de bola contra o jogador, tudo na brincadeira, mais de repente, armou a maior confusão. Neymar achou que Marcel estava exagerando nos chutes contra o Zé e foi tirar satisfações. Neymar e Marcel trocaram empurrões, se xingaram, os colegas que estavam ao redor trataram logo de separar a briga. O Menino da Vila teve uma grande atitude, defendeu um colega de trabalho indefeso naquele momento. Só por curiosidade o Marcel é reserva do Zé Eduardo. 

 Querendo ou não Neymar dá o que falar em qualquer situação, a imprensa caiu nas graças do jogador e tenho certeza que todos os torcedores também, independentemente do time que torçam e bom vê-lo em campo.

No final das contas é um menino de muita sorte!



Gre-Nal: comemoração do árbitro?

Neste domingo, 24/10/2010, tivemos um dos jogos mais polêmicos desta rodada do Brasileirão: Grêmio x Internacional, que terminou no empate de 2×2.

O Grêmio estava vencendo o jogo por 1 a 0 quando foi marcado um pênalti a favor do Internacional, quando o jogador Fábio Rochemback impediu um gol com as mãos, onde, além de pênalti, o jogador e capitão do Grêmio também foi expulso. No exato momento em que o pênalti foi marcado, o quinto árbitro do jogo, Alexandre Kleiniche foi filmado em uma cena comprometedora, aonde ele aparece como se tivesse “comemorando” o pênalti marcado pelo árbitro Carlos Eugênio Simon.

O árbitro nega o acontecimento, dizendo que estava querendo somente passar a informação de mão na bola para o árbitro Carlos, sendo uma reação instantânea. Porém, Carlos diz que Alexandre realmente vibrou com a marcação do pênalti.

Os gremistas se revoltaram com isso e o caso teve repercussões na internet na segunda-feira, em sites como o twitter, onde o vídeo foi divulgado.

O pênalti foi corretamente marcado, mas o comportamento do outro árbitro foi correto? Ou ele realmente estava sinalizando que havia ocorrido o pênalti?

Deixe sua opinião 😉

@dai_reginato

Derby Paulista morno no estádio do Pacaembu.

Ontem tivemos no estádio do Pacaembu o clássico paulista entre Corinthians x Palmeiras e nós do Fute Salto não poderiamos deixar de comentar o jogo. Além de toda a rivalidade histórica presente na partida de ontem, os dois times passam por situações diferentes no campeonato. O Timão vinha há sete jogos sem vitória e com novo treinador, Tite. Enquanto o Verdão não perdia há nove jogos.

O Corinthians ainda brigando pelo título entrou em campo com uma proposta mais ofensiva, enquanto o Palmeiras de

Bruno César vibra com o seu gol contra o Palmeiras.

Felipão, entrou para jogar no contra-ataque. O time do Parque São Jorge controlou a primeira metade do primeiro tempo, até que aos 22 minutos após forte chute de fora da área de Bruno César (artilheiro do Corinthians no Brasileiro) e desvio em Marco Assunção, o placar estava aberto. Após o gol, o Corinthians recuou muito, onde deu oportunidade para o Palmeiras pressionar, porém o Alviverde não conseguiu transformar sua posse de bola em gol.

No inicio da segunda etapa, Felipão colou Valdivia no lugar de Lincoln e o Palmeiras voltou a pressionar o time da casa, ainda sim, sem eficiência. O Verdão levava mais perigo ao gol de Julio César nas faltas cobradas por Marcos Assunção. Faltando 10 minutos para terminar o jogo o Corinthians conseguiu enfim controlar a situação e o placar não sofreu alterações.

Ronaldo e Kleber, esperança de gols para as duas equipes, pouco brilharam.

O clássico teve um ótimo publico com 32.391 espectadores.

Com esse resultado o Timão volta a brigar pelo título do Brasileirão ocupando a terceira posição, já o Palmeiras se vê mais distante do G4 e prioriza a Taça Sulamericana, caminho mais fácil para chegar na Libertadores 2011.

Na próxima rodada o Corinthians viaja até o Rio de Janeiro para encarar o Flamengo, que vem de empate por 1×1 contra o Vasco. Já o Verdão encara o embalado Atlético MG, que vem de uma bela vitória por 4×3 sobre  o Cruzeiro. O confronto entre os times de São Paulo e Minas é valido pela competição Continental.

@dalessia_

Nuvem de tags