Blog sobre futebol, voltado para as mulheres

OBRIGAÇÃO!

“Estamos pensando em título, e eles em Libertadores. Então a obrigação maior de vencer é nossa, ainda que o jogo seja no Morumbi” Roberto Carlos ( Lateral do Corinthians )

“Será um grande jogo e tudo isso faz do campeonato muito emocionante. Temos de pensar como estamos pensando. Temos a obrigação de ganhar de quem está na nossa frente para tirarmos os pontos”  Paulo César Carpegiani ( Treinador do São Paulo)

Começamos o post com a declaração de dois importantes personagens do clássico “Majestoso” que ocorrerá neste domingo (07/11), que de certa forma resume o sentimento dos torcedores são paulinos e corinthianos: A OBRIGAÇÃO DE VENCER O CLÁSSICO!

Como se não bastasse a rivalidade por si só, muitos ingredientes extras apimentam o molho desse tradicional confronto . O Corinthians é candidato direto ao título e qualquer tropeço nesta reta final pode ser fatal para alcançar seus sonhos. Já pelos lados tricolores, a reação alcançada com a chegada recente do novo treinador e as chances de classificação para a Libertadores, faz com que a vitória no domingo seja fundamental para a sequência de seus objetivos.

Nos últimos quatro Campeonatos Brasileiros em que corintianos e são-paulinos se encontraram no returno, prevaleceu a máxima de que clássico é imprevisível. O time que estava na caça pelo título acabou tropeçando em cima do rival, o que serve de alerta para o agora vice-líder Corinthians. Afinal, pela frente está o São Paulo de Paulo César Carpegiani, com cinco vitórias em seis jogos.

Em 2009, o São Paulo se lançava em busca do tetracampeonato quando encontrou o rival no meio da tabela: com falha de André Dias e gol de Ronaldo, o então time de Ricardo Gomes precisou suar para conseguir o empate por 1 a 1.

Até no ano de seu rebaixamento, em 2007, o Corinthians questionou a lógica dos clássicos. Brigando contra a queda, se trancou na defesa contra o São Paulo e arrancou inacreditáveis três pontos graças a um gol de Betão. Os são-paulinos levaram a taça com sobras, mas deixaram pontos pelo caminho.

Na temporada anterior, São Paulo também havia esbarrado no Corinthians ainda na terceira rodada do returno. Atuando com nove jogadores por quase 90 minutos, o time então dirigido por Emerson Leão se agarrou à defesa e empatou sem gols com os são-paulinos.

Por sua vez, em 2005, o São Paulo segurou o rival que se sagraria campeão. Venceu por 3 a 2, mas a partida foi anulada por conta do escândalo de arbitragem Edílson Pereira de Carvalho. No reencontro, o duelo acabou empatado em 1 a 1.

Em meio a rivalidade, tabus, briga por títulos e vagas; Fica a questão no ar: DE QUEM É A OBRIGAÇÃO DA VITÓRIA?

@dai_reginato

Anúncios

Comentários em: "OBRIGAÇÃO!" (2)

  1. Leandro Zaccarias disse:

    O Corinthians tem a obrigação… de perder! hahahaah

  2. cleisson disse:

    Só faltou comentar que a bambizada tá a 4 anos sem ganhar do timão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: