Blog sobre futebol, voltado para as mulheres

Arquivo para outubro, 2010

Brasil X Argentina – Rivalidade e renovação

Não bastava ser o maior, mais charmoso e  mais acirrado derbi entre seleções do mundo. Agora o amistoso entre Brasil e Argentina, no dia 17 de Novembro, em Doha, no Qatar, ganha ingredientes especiais a mais. Para começar, as duas seleções buscam por renovação após o fiasco na Copa do Mundo da África do Sul, e nesse quesito à Seleção pentacampeã saiu na frente, apos as recusas de Felipão e Muricy Ramalho a CBF conseguiu fechar com Mano Menezes, até então técnico do Corinthians  onde conseguiu de volta o acesso a elite do futebol brasileiro em 2008 e foi campeão do Paulistão e Copa do Brasil em 2009. Enquanto a Seleção dos  bicampeões mundiais  ainda não encontrou um técnico para substituir o eterno 2 melhor jogador de futebol de todos os tempos, encrenqueiro, hilário e rechonchudo Diego Armando Maradona.

Em campo renovação também é a palavra da vez, apesar do time dos nossos hermanos contar com jovens craques como Dí Maria e Aguero, sem mencionar o atual melhor jogador do mundo (que possivelmente será reeleito pela FIFA no final do ano) Messi. Eles precisam encontrar urgentemente opções para o lugar de Verón, que apesar da bola que joga já passou da casa dos 30 anos, e Carlitos Tevês, que embora tenha idade para disputar, no mínimo, mais uma Copa já deu declarações públicas de sua insatisfação e cansaço com a carreira. Pelo lado canarinho, o desmanche será ainda maior, nomes de peso com Lúcio e Juan também já passaram dos 30 anos, Júlio Cesar é outro que acaba de ultrapassar essa barreira, mas como diz o senso comum, goleiro fica bom depois dos 30 e esse pelo que jogou nessa temporada, sendo inclusive indicado a Bola de Ouro desse ano, aparenta ter ainda mais algum tempo usando a numero 1 da Seleção Brasileira. Ao contrario de Gilberto Silva que já não tem mais condições de vestir a amarelinha, Júlio Batista é mais um que engrossa a lista de jogadores que (graças a Deus) não estão mais no planos da Seleção, Luis Fabiano e Kaká ainda tem as portas abertas, mas tem que se cuidar porque as opções para suas posições são vastas e os nomes que vem sendo chamados nessas primeiras convocações por Mano vem correspondendo como Alexandre Pato e Philippe Coutinho (sem contar Paulo Henrique Ganso, que deve se firmar como o titular da armação nesse time, mas está afastado dos gramados devido a uma contusão). Outros jogadores, embora jovens, parecem não estarem mais nos planos devido suas pífias atuações na Copa como Felipe Melo e Michel Bastos. Aliás, desse grupo que particpou daquela desastrosa campanha, quem ainda está com crédito na casa são Maikon e Daniel Alves, que completam a lista dos brasileiros indicados a Bola de Ouro desse ano (ver post “Quem ira levar a Bola de Ouro“ http://migre.me/1ToXo) além de Ramires e Robinho que estão com moral, e tem sido nomes recorrentes nas convocações do novo comandante da Seleção, inclusive na dessa partida. Ao todo a nova safra de jogadores tem tudo para vingar, nomes como Lucas, Elias, Jucilei, André Santos, Sandro, Thiago Silva, David Luiz, Rever, André e sobretudo da jóia problema Neymar podem transformar esse grupo de jovens promessas em um grupo campeão que pode fazer história. E para isso eles poderam contar com a ajuda de um certo dentuço que também já foi uma jovem promessa, chegou a ostentar o status de melhor jogador do mundo e até cogitou-se que se transformaria em um dos melhores de todos os tempos, problemas pessoais e deslumbramento atrapalharam essa escalada, mas apos um longo período afastado ele está de volta: Ronaldinho Gaúcho. É  certo, que esse Ronaldinho não é mais aquela jovem promessa de dribles desconcertantes e jogadas maravilhosas, mas tem feito boas atuações pela sua equipe, o Milan, tanto que lhe valeu essa nova oportunidade. Ronaldinho que é mais um que chegou a casa dos 30 pode disputar o próximo mundial, se manter o nível de suas atuações e não se envolver mais em encrencas extra campo. Por isso, para ele esse será um teste de fogo, e pelas entrevistas que o mesmo vem dando, ele promete mostrar o porquê foi bicampeão da Bola de Ouro em dois anos consecutivos e entrar de vez na briga por uma vaga na Seleção de Mano e colaborar com a sua experiência de ex-jovem promessa, que chegou ao topo, entrou em decadência e está conseguindo se reeguer, exemplo esse, que serviria muito bem nesse time de garotos que tanto podem fazer história na próxima Copa  no Brasil, como repetir o fiasco da edição desse ano na África, garotos que precisam entender que talento não é tudo, não é Neymar?

 

@dai_reginato

Clássico na terra da Bota.

Neste sábado ocorreu na Itália um dos clássicos de maior rivalidade na terra da “Bota”, o jogo entre Milan x Juventus.

A Juventus nada mais é o time que mais ganhou o Campeonato Italiano com 27 conquistas, enquanto o Milan conquistou o Calcio por 17 vezes.

Atuando fora de casa, a Juventus conseguiu abrir o marcado ainda na primeira etapa, mas isso não mostra de fato como foi o jogo. O Milan teve mais posse de bola, atacou mais só que não foi tão eficiente quanto a Juventus. No segundo tempo, a equipe “Rossonera” pressionava a “Velha Senhora”, mas ainda sim esbarrava em uma forte marcação da Juve, até que na metade do segundo tempo, Del Piero ampliou a vantagem para 2×0. O Milan não se deixou abater e continuou a pressão, quando aos 36min conseguiu diminui com gol de Ibrahimovic, só que era tarde e quem saiu vitorioso no confronto no San Siro foi a Juventus.

Del Piero e Quagliarela, os artilheiros da Juve nesta tarde no San Siro.

Com o gol marcado hoje, Del Piero chega a 179 gols na história do Campeonato Italiano e se tornou o maior artilheiro do clube na competição. Atleta do clube desde 1993, Del Piero é o jogador que mais fez gols na história da Juve com 278 em 645 jogos.

Após um início ruim no campeonato, a Juventus começa a reagir e com a vitória de hoje ocupa a quarta colocação da tabela, com 15 pontos. Após perder a vice-liderança para a Internazionale, o Milan caiu para a terceira terceira posição, com 17 pontos (dois a menos que o primeiro Lazio) que joga neste domingo.

@dalessia_

As melhores seleções de todos os tempos – Hungria de 54

Essa semana eu gostaria de inaugurar a sessão “As melhores seleções de todas as Copas do mundo”. Nome um pouco grande né? Eu pretendo apresentar a vocês as seleções que fizeram história dentro do futebol mundial e para inaugurar a sessão eu começo com a quase imbatível Hungria de 1954.

O primeiro ponto que se pode destacar é o fato como a seleção Húngara jogava, ela adaptou o esquema “W.M”,(esse esquema era chamado assim, pois a disposição dos jogadores dentro do campo formavam estas letrastrês zagueiros, dois volantes, dois meias e três atacantes), e o transformou em “W.W”, onde o seu centroavante jogava um pouco mais recuado para buscar jogo e de quebra confundir a zaga adversária. O treinador Gusztav Sebes teve essa ideia de recuar o seu centroavante devido as limitações físicas do seu atleta, mas esta importante alteração fazia com que o zagueiro central ficasse confuso, pensando se deveria sair e acompanhar Hidegkuti, deixando assim uma abertura na defesa ou se ficava parado esperando o mesmo dominar a bola com liberdade.

Sem a bola  Hungria fazia com que um de seus volantes recuasse para a defesa e formava uma linha de 4 defensores (inclusive, foi esse esquema que originou o sistema táticos 4-2-4 da seleção Brasileira campeã de 1958).

O segundo ponto que podemos destacar desta grande seleção é o preparo físico de seus atletas. Os jogadores não tinham posições fixas, eles trocavam de posição constantemente (foi a partir desta ideia que foi baseado o famoso “Carrossel Holandês” (em outra oportunidade falarei sobre esta grande seleção, da qual eu sou fã).

O terceiro ponto eram os jogadores desta seleção, apesar de dos nomes complicados, todos jogavam muito, mas principalmente Hidegkuti, que foi um dos destaques do time no chamado “Amistoso do Século” disputado no dia 25 de novembro de 1953, jogo entre a seleção Húngara ( até então, invicta desde 1950 com 19 vitória em 22 jogos ) e a seleção Inglesa, que jamais havia perdido no estádio de Wembley (9 anos sem perder no estádio). O primeiro gol do jogo foi anotado por ele aos 43 SEGUNDOS do primeiro tempo, o gol foi tão bonito que parte dos torcedores aplaudiram o gol durante 26 segundos (não se celebrava tanto um gol antigamente ), sem falar que sua atuação tanto nas olimpíadas de 1952 quanto na copa foram fundamentais para o grande futebol apresentado pela equipe.

O outro destaque do time era Bozsik, ele era o homem que equilibrava o time, permitia que o time atacasse com força total e evitava que a defesa tomasse muitos gols, amigo da principal estrela do time, Puskas. Foi o jogador que mais vezes vestiu a camisa da Hungria, nada menos do que 101 vezes.

O principal destaque dessa histórica seleção era o seu genial atacante, Ferenc Puskas. Considerado um dos melhores jogadores do século XX, vestiu a camisa da Hungria por 85 vezes e fez um total de 84 gols, quase que 1 por partida. Conseguia fazer uma leitura impressionante do jogo e mudar totalmente o time caso fosse preciso, era um técnico em campo. Habilidade não lhe faltava nunca. Dizem que a Hungria de 1954 só perdeu porque ele não estava 100%. Atuou pelo Real Madrid da Espanha, onde jogou de 1958 até 1966, participou de 182 partidas e marcou um total de 157 gols.

A seleção Húngara conquistou as Olimpíadas de 1952 de forma invicta e só não conquistou a Copa do Mundo de 1954 (perdeu para a Alemanha na final) por pura falta de sorte e pelo gol mau anulado de Puskas, faltando 2 minutos para o termino da partida.

@tiagosemh

@futesalto

Um artilheiro diferente: Rogério Ceni o Goleiro Matador.

Na semana passada vimos o post sobre o maior artilheiro de todas as edições do Campeonato Brasileiro. Bom, vou continuar falando dos maiores, porém dessa vez não será um atacante ou um meio campista e sim, um goleiro! Isso mesmo. Vamos saber um pouco mais da trajetória do goleiro artilheiro, Rogério Ceni.

Quando falamos de goleiro a primeira coisa que vem na mente é evitar gols, a final essa é sua missão dentro de campo. Porém, alguns provaram que também podem fazer a alegria de seus torcedores marcando gols. É assim com Rogério Ceni.

Ele iniciou sua carreira jogando Vôlei, mais isso não vem ao caso. Entrou para o mundo do futebol em 1990 pelo Sinop (MT) e no dia 07/09 do mesmo ano foi contratado pelo São Paulo Futebol Clube.

No tricolor Paulista jogou no Juniores e na reserva ganhou alguns títulos, só virou titular em 1997 com a saída de Zetti (o goleiro titular foi para o Santos).

Desde então tem uma historia de dar inveja a muitos jogadores, sua trajetória pelo São Paulo é marcada por grandes conquistas, e não é a toa que o goleiro é o maior ídolo do Tricolor.

O goleiro quebrou diversos recordes, como por exemplo, o jogador que mais jogou partidas pelo campeonato Brasileiro, porem hoje vamos falar apenas sobre gols “prós”.

O jogador de 37 anos lidera o ranking da Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS), com 89 gols (oficiais) e 2 (em amistosos), quais a Fifa não reconhece.

Embora, atualmente seja o mais famoso dos goleiros-artilheiros, Rogério não é o único. O segundo colocado é paraguaio José Luis Félix Chilavert, que se aposentou com 62 gols na carreira, René Higuita (Colômbia) e Jorge Campos (México), vêm logo a seguir, com 41 e 40 gols, ambos não jogam mais.

Algumas Curiosidades

 

Rogério balançou as redes tanto de seu ex-companheiro no São Paulo, Zetti, quando este jogava no Santos, marcou também em seu ex-reserva, Roger, quando o mesmo estava na Portuguesa em 2000; O reserva Bosco também não escapou, quando este estava também na Portuguesa, em 2002.

O Palmeiras é o time que Rogério mais fez gols (7) (em 2002, pelo Torneio Rio São Paulo marcou um gol de falta sem chances para São Marcos), seguido pelo Cruzeiro e Vasco (5).

O ano de 2005 foi o que mais balançou as redes, com 21 gols, mesmo ano em que o time foi Tricampeão da Libertadores e Tricampeão Mundial, sendo o último gol na semifinal do Mundial de Clubes, contra o Al-Ittihad.

Em 5 jogos o Goleiro chegou a marcar 2 vezes pelo time, sendo um dos jogos pela Libertadores da América, contra o Tigres, onde o São Paulo venceu a partida por 4X0. O Goleiro é o artilheiro do time na competição com 11 gols.

Em todas as partidas em que ele marcou no mínimo um gol, o time do Morumbi só foi derrotado 2 vezes, Rogério e o São Paulo contam com 65 vitórias, 18 empates e 2 derrotas.

É recordista de minutos sem tomar gols no Campeonato Brasileiro (988).

Já está no São Paulo há 20 anos, para se ter uma idéia do tempo, o atacante Neymar que já até fez gol em Rogério nem era nascido.

Quando entrou para o time o São Paulo, que hoje é Hexacampeão Brasileiro o time na época era apenas Bicampeão e ainda não tinha conquistado a América e o Mundo.

Hoje completa 700 jogos como capitão do São Paulo.

Quando se trata de Rogério Ceni até os torcedores de outros clubes admitem o goleiro é um mito debaixo das traves. Uma máquina de conquistar títulos e quebrar recordes. O que todos agora querem saber é: Rogério vai chegar ao 100 gols?

E vocês o que acham?

Deixe seu comentário! Dúvida,s críticas ou sugestões enviem  para o email: futesalto@gmail.com ou mande um twit para @futesalto

@karoldayane

Quem ira levar a Bola de Ouro?

Nesta última terça feira a FIFA e France Football divulgou os candidatos ao prêmio Bola de Ouro. Aproveitou também para anunciar os candidatos a jogadora e técnico do ano. Os vencedores serão anunciados em uma cerimônia em Zurique na Suíça no dia 20 de janeiro de 2011.

O prêmio Bola de Ouro foi criado pela revista francesa France Football e neste ano ocorreu a unificação entre a revista e a FIFA para eleger os melhores do futebol.

Ano passado o jogador Lionel Messi levou para casa o troféu Bola de Ouro e entrou para galeria dos grandes jogadores da história a conquistar o prêmio, neste ano esta na lista novamente. Nos outros anos quem levantou a taça foi Cristiano Ronaldo em 2008 e 2007 Kaká.

Neste ano a Espanha saiu na frente com sete indicações para melhor jogador, e a Alemanha vem na sequencia com 5 indicações. O Brasil teve apenas três indicados; os lateriais-direitos Maicon e Daniel Alves e o goleiro Julio César.

Já na categoria feminina nossa querida Marta mais uma vez é candidata ao prêmio, nos últimos quatro anos desbancou todas as concorrentes.

Referente aos candidatos de melhor técnico o Brasil não teve nenhuma indicação, já que é levado em consideração os técnicos que atuam na Europa e o fracasso do Dunga na seleção fez com que nossas chances fossem anuladas.

Será que os quatros brasileiros indicados, algum tem chance de levar o prêmio? Comentem.

Segue abaixo relação dos candidatos de melhor jogador:

Xabi Alonso (Espanha), Daniel Alves (Brasil), Iker Casillas (Espanha), Cristiano Ronaldo (Portugal), Didier Drogba (Costa do Marfim), Samuel Eto’o (Camarões), Cesc Fàbregas (Espanha), Diego Forlán (Uruguai), Asamoah Gyan (Gana), Andrés Iniesta (Espanha), Julio César (Brasil), Miroslav Klose (Alemanha), Philipp Lahm (Alemanha), Maicon (Brasil), Lionel Messi (Argentina), Thomas Müller (Alemanha), Mesut Özil (Alemanha), Carles Puyol (Espanha), Arjen Robben (Holanda), Bastian Schweinsteiger (Alemanha), Wesley Sneijder (Holanda), David Villa (Espanha) e Xavi (Espanha).

Gre-Nal: comemoração do árbitro?

Neste domingo, 24/10/2010, tivemos um dos jogos mais polêmicos desta rodada do Brasileirão: Grêmio x Internacional, que terminou no empate de 2×2.

O Grêmio estava vencendo o jogo por 1 a 0 quando foi marcado um pênalti a favor do Internacional, quando o jogador Fábio Rochemback impediu um gol com as mãos, onde, além de pênalti, o jogador e capitão do Grêmio também foi expulso. No exato momento em que o pênalti foi marcado, o quinto árbitro do jogo, Alexandre Kleiniche foi filmado em uma cena comprometedora, aonde ele aparece como se tivesse “comemorando” o pênalti marcado pelo árbitro Carlos Eugênio Simon.

O árbitro nega o acontecimento, dizendo que estava querendo somente passar a informação de mão na bola para o árbitro Carlos, sendo uma reação instantânea. Porém, Carlos diz que Alexandre realmente vibrou com a marcação do pênalti.

Os gremistas se revoltaram com isso e o caso teve repercussões na internet na segunda-feira, em sites como o twitter, onde o vídeo foi divulgado.

O pênalti foi corretamente marcado, mas o comportamento do outro árbitro foi correto? Ou ele realmente estava sinalizando que havia ocorrido o pênalti?

Deixe sua opinião 😉

@dai_reginato

Derby Paulista morno no estádio do Pacaembu.

Ontem tivemos no estádio do Pacaembu o clássico paulista entre Corinthians x Palmeiras e nós do Fute Salto não poderiamos deixar de comentar o jogo. Além de toda a rivalidade histórica presente na partida de ontem, os dois times passam por situações diferentes no campeonato. O Timão vinha há sete jogos sem vitória e com novo treinador, Tite. Enquanto o Verdão não perdia há nove jogos.

O Corinthians ainda brigando pelo título entrou em campo com uma proposta mais ofensiva, enquanto o Palmeiras de

Bruno César vibra com o seu gol contra o Palmeiras.

Felipão, entrou para jogar no contra-ataque. O time do Parque São Jorge controlou a primeira metade do primeiro tempo, até que aos 22 minutos após forte chute de fora da área de Bruno César (artilheiro do Corinthians no Brasileiro) e desvio em Marco Assunção, o placar estava aberto. Após o gol, o Corinthians recuou muito, onde deu oportunidade para o Palmeiras pressionar, porém o Alviverde não conseguiu transformar sua posse de bola em gol.

No inicio da segunda etapa, Felipão colou Valdivia no lugar de Lincoln e o Palmeiras voltou a pressionar o time da casa, ainda sim, sem eficiência. O Verdão levava mais perigo ao gol de Julio César nas faltas cobradas por Marcos Assunção. Faltando 10 minutos para terminar o jogo o Corinthians conseguiu enfim controlar a situação e o placar não sofreu alterações.

Ronaldo e Kleber, esperança de gols para as duas equipes, pouco brilharam.

O clássico teve um ótimo publico com 32.391 espectadores.

Com esse resultado o Timão volta a brigar pelo título do Brasileirão ocupando a terceira posição, já o Palmeiras se vê mais distante do G4 e prioriza a Taça Sulamericana, caminho mais fácil para chegar na Libertadores 2011.

Na próxima rodada o Corinthians viaja até o Rio de Janeiro para encarar o Flamengo, que vem de empate por 1×1 contra o Vasco. Já o Verdão encara o embalado Atlético MG, que vem de uma bela vitória por 4×3 sobre  o Cruzeiro. O confronto entre os times de São Paulo e Minas é valido pela competição Continental.

@dalessia_

Nuvem de tags